#navbar-iframe{height: 0px; visibility: hidden; display: none;}

Thedivasclube.blogspot.com

Thedivasclube.blogspot.com
Vestir-se bem,é um exercìcio de auto-estima.è escolher a moda que valorize os nossos atributos e camufle os pontos fraços do nosso corpo. Seguir tendências não é sinônimo de elegância ou de luxo ;é preciso saber o que fica melhor com seu tipo físico,tom e subtom de pele, forma do rosto, sua personalidade, idade, temperamento,seu estilo de vida,contexto etc. Nese espaço conversaremos muito sobre moda,estilo-personalidade,auto-imagem, auto-aceitação,amor pròprio,auto-sabotagem e percepção estètica... mas sobretudo de muita auto-estima e empoderamento e do quanto o mito de Bàrbie afeta nossas escolhas de imagem e de vida! E claro,aonde você poderá deixar suas dúvidas,sugestões e críticas sobre o meu trabalho de consultoria de imagem & autoestima.Abra o seu armàrio e escolha o estilo mais adapto para o seu corpo e eu vou te ajudar a preenchê-los de conselhos fashion.Vista-se de autoestima de cor a tua vida.

Tradutor de idiomas

segunda-feira, 13 de novembro de 2017

O ESTILO E A ZONA DE CONFORTO | BORA SE PERMITIR?




by nubbyams

Alô divas! E aí beleza,tudo tranquilo por ai?Você sabia que o estilo é que nem beleza: todo mundo fala do quanto precisa-se ser atraente,mas poucos querem ter de verdade e se comprometem a manter-la no tempo?E a grande maioria acha que não têm,quando já têm?Pois é, e o motivo é sempre o mesmo: A tal confort zone.O que realmente aconteceria se você saisse da sua zona de conforto regularmente e se permitisse pequenas mudanças ?

Existe   muitos artigos sobre sair da sua zona de conforto. Você provavelmente já leu sobre isso navegvando pelas redes,na busca de una solução rapidex .... Mas hoje vou falar sobre a busca do  estilo e  qual é o problema de não  conseguir manter ele no tempo, sem sair da sua zona de conforto e descreverei minha experiência pessoal com este tópico.
 A zona de conforto é uma condição  metal,um  estado neutro, em que agir requer  um número limitado de  esfiorço e nos garante a ausência de riscos.

 Quantas vezes nós pensamos que desejamos mudar qualquer coisa em nossa vida e por outro lado,  estamos bloqueadas em nossa  rotina, sem qualquer alteração?
 às vezes,até  fazemos   promessas e nós comprometemos inicialmente com muitas boas intenções, talvez até  começamos também a  dar pequenos passo de mudança, mas em muito pouco tempo,desistimos no caminho,ou pior na reta final e buscamos  justificativas para não ir em frente e começar a encontrar todos os aspectos negativos na nova mudanças. 
Porquê isso   acontece? simples! estamos na zona de conforto, uma condição mental de conveniência estacionária, em que estamos à procurar a todo custo  evitar a ansiedade da invitável mudança, limitando riscos ,para repetir sempre o mesmo comportamento e evitar qualquer possibilidade de desconforto.
 E é essa condição mental em que são entocadas a autoestima e a nossa imagem a autoconfiança de  se sentir seguro. aqui nós também podemos encontrar os nossos pontos fortes e nossa certezas o tal e,poderamento... mas, por vezes,a nossa zona de conforto  se transforma em um mecanismo  armadilha, que não deixa ir para o progresso para zona de aprendizagem. E acreduito que o estilo esta neste binário de  pequenas mudanças, o que estamos dispostos  na  nossa vida cotidiana a deixar ir,ou variar o repetòrio e tem a ver com a nossa idade e  mistificações consolidadas e hábitos.




Este espaço  em que nos sentimos confortáveis, que  nós faz sentir seguros, porque os riscos de stress,de expecativas  são minimizados, é chamado de " confort zone ou "zona de conforto". o que nos mantém bloqueado nesta zona de conforto é o medo do correr riscos,que já falei muitooooo aqui no blog, que vivi em primeira linha na minha vida! E tenho experiência e dados comprovados,para argumentar isso,levando para todas as áreas da nossa vida ,mas hoje vamos tratar isso levando para dentro dos nossos armários !Porque  o MESMO acontece na busca pelo estilo,pela imagem pela autoestima ! 
EU acredito  e penso que você tem medo de  perder a aprovação dos outros e medo de ser  visto como errado, medo de ser percebida como estranha,inadequada. Isto porquê o novo assusta. Sério! O medo  A.S.S.U.S.T.A  SEMPRE! E o diferente,e tudo aquilo que dificula o processo natural e  instantâneo de LEITURA visual do olhar humano,também!  por esta razão, muitas vezes estamos bloqueado em situações seguras, mas, apesar disto, não ousamos  alterar o que nos incomoda,MESMO que minimalmente.
Porquê ainda prevalece o  medo de perder o conforto ,a aprovação à medida que tentanos provar novidades.
Apesar de o que não  gostamos de rotina e isso nos dar profunda insatisfação é por essa razão  que estou escrevendo este post de  hoje,fim de ano chegando.... SIM ja estamos em novembro \o/. Época de rever nossos objetivos e de tirar as somas e fazer o balanço geral de film de ano,também dentro do armádio.
É o momento que  podemos dedicar  para  as refletir sobre a vida frustrante ou relações ,oportunidades, falência pessoal perdidas,ou desperdiçadas ou ainda novas oportunidades.
Sair da zona de conforto é importante para sair de rotina e mecanismos que viram armadilha e  hábitos negativos no nosso compirtamento e na nossa imagem.Porque SIM,afeta nossa imagem e nossa autoestima !Não só com relação ao estilo,quanto a imagem e amor próprio, fato! Eu bem sei,que permanecer na zona de conforto  atemporal nos  tranquiliza nesta era de incertezas,de solidão e de superficialidade,de tudo fast,instantâneo ,tudo bonito e aquela falsa projeçãi de bem estar,de relax ,luxo e de ipôtetica FELICIDADE  que nos invade cotidianamente nas nossas redes sociais....mas que nos  impede mudanças.
Mas, vamos aprofundar mais especificamente em um outro tema...


 "A zona de conforto" em Psicologia ( quem Não é meu campo e não vou  falar muito,porquê não tenho  mestrado no campo ,ném experiência  ) então cito brevemente,é representado por um estado mental de segurança temporária, em que nós sentimos ser tranquilizado . tudo corre de forma  estável, sem qualquer alteração. este é um estado mental em que nos movemos sem ter ansiedade, porque  aqui,não  há uma percepção do risco.
 Porquê estamos já familiarizados com tudo ao nosso redor.Sabe Como? 
"Não tenho NADA para vestir,não tenho estilo ,mais hoje estou com pressas,então vou usar meu amado jeans e minha blusa preta básica"! 
em outras palavras é um lugar mental de conforto e pode representar um monte de coisas em nossa mente. ( EU aplico na pisicologia da moda,no estilo -personalidade na CONSTRUÇÃO da autostima etc ) mas muito depende de nossa personalidade e o período que estamos experimentando ,do contexto que estamos vivenciando etc.
Porém está zona de conforto  muitas vezes, representa uma armadilha em nossa mente,  principalmente  para nós mulheres  ,agente cria ao longo da nossa vida muitas  armadilhas poderosas, que pode blocar a nossa mente e nos levar  sempre no mesmo ponto zero.
analisar melhor esse mecanismo mental  e investigar de onde esta vindo,pode contribuir para  encontrar alguns  modo  típicos de sair  desta  expressão que são os seguintes:


1)  A zona de conforto como canto reconfortante em nossa mente:



As vezes temos a impressão de que tudo que vestimos  é monótono, não há mais surpresas,emoçào na hora de se vestir,  por vezes estamos insatisfeitos  com o que tempos dentro do armário e bate aquela vontade de sair e comprar tudo novo! E agente faz isso né?
Mais ai ,agente com a roupa nova  ,acabamos sempre saindo com as  mesmas as pessoas. O MESMO lugares...sentimos a necessidade vital incontrolável de mudar de roupa,e mantemos o MESMO costume ,ou ainda compramos coisas novas e  repetitimos tudo. Sabe aquela blusinha comprada na promoção ( pague 2 leve três)! Agente compra e leva tudo igual em cores diferentes e  sempre com de costume " Nao tenho nada para vestir ?
É bem assim...  algo dentro de nós nos diz que gostaríamos de  algo diferente. sentimo-nos a necessidade de mudar,mas nós colocamos nossa mente na condição de criatividade e de assertividade e não deixamos as ocasiões fluirem.... porque não são preguiços ou inseguros ou por qualquer desculpa!. enquanto isso permanecemos paralizados,seguros na mesma rotina . a zona de conforto, como ilusão mental reconfortante. 
Isto é muito perigoso e muito perto da zona do medo de mudança. é a armadilha mental mais pura e aquela que nos impede de correr  riscos.E EU bem sei,como ela se manifesta!
Porquê vivir tudo realisticamente e a longo!
 estamos presos em uma rotina e continuamos a fazer sempre as mesmas coisas, só porque estamos em uma gaiola de falsa certezas,de look do dia,de receita de bolo com farinha dona benta cool vivemos uma condição de congelamento,de busca di acúcar crystal que possa adoçar nossas expecativas e filtar tudo com o mais potente filtro de Instagram . 
não entender as nossas  reais necessidades e nós contar com idade viés ou o contexto real   que e volge  família e amigos de carne e osso. a zona de conforto como o tempo de transição. é momentos de passagem em que estamos tentando reorganizar a nossa energia, tempo e, em seguida, pode( deveria) ser um empurranzinho   para nossos objetivos. 
Esta zona é a área mental confortante mais saudáveis e nos  benéfica, porque este,nos permite  de  recarregar as baterias, para compartilhar com mais de segurança. 
Como faço aqui ^_^ é importante entender em qual  zona de conforto estamos. 
a zona de conforto como  tempo transitório  provavelmente, é a melhor maneira de viver esse mecanismo da mente de forma saudável . 
tentamos construir  uma imagem: Imagine no nosso espaço mental, assim como um lugar onde nós fazer sentir seguro e aonde  estamos bem com  nós mesmos e com o mundo. e neste espaço todos os nos, somos capazes de falar sobre nós e  de nossos projetos e aqueles que estão a nossa idéias, e que estamos também a  informar para os outros como se  tornar  participante .
 Esta é a parte positiva da zona de conforto ,quando é transitória.


2) Pequena zona de conforto:


Muitas pessoas têm zona de conforto muito pequens hoje em dia. Eles precisam de água quente para lavar-se, eles precisam comer a cada 3 horas, eles não querem se molhar se estiver chovendo,elas queremos ter corpo bonito,mas detesta fazer dieta a,e nao TEM tempo,energia e força de vontade para construir no tempo um corpo saudável,resistente. Queremos um cabelo bonito,maleavél ,brilhoso e sedoso,mais Não estam dispostas a se empenharem para mater no tempo.Todo mundo busca um estilo( será?) mas ninguém se compromete seriamente a cultivar-lo na forma classica,quermos pular a fila,uma receita de bolo fast,com ingredientes  de marca que,mais que seje fácil e rapido o modo de preparação.
  Elas se colocam em suas bolhas que os protegem da zona do desconforto.As pessoas têm medo de sair da sua bolha, sair da zona de conforto porque todos querem se sentir seguros e confortáveis. É natural querer estar na zona de conforto. 


3) Precisa descobrir:



Exceto a necessidade natural de permanecer na zona de conforto, as pessoas precisam naturalmente descobrir coisas novas. Queremos descobrir o que está por trás dos limites do nosso conhecimento. Se queremos descobrir coisas novas, muitas vezes temos que sair da nossa zona de conforto. Sair da nossa zona de conforto significa enfrentar o nosso medo. Temos medo porque não sabemos o que está fora da nossa bolha. Temos medo do desconhecido. Uma vez que descobrimos que não há motivo para temer, queremos descobrir mais e mais.


4) Da zona de conforto à zona de desconforto:



Quando saímos da nossa zona de conforto, literalmente nos sentimos desconfortavelmente. Queremos voltar para a nossa zona de conforto. Mas se persistirem na zona do desconforto, descobriremos que se torna nossa zona de conforto.
Uma vez que descobrimos o fato de que o desconforto não é mais um desconforto, o desconforto se tornará nossa zona de conforto.


5) zona de conforto:

credits: thedivasclube



Não teremos mais medo do desconhecido e ampliaremos nossa zona de conforto. Isso melhorará significativamente a nossa vida. Alguém a chama de mágica.


6) Aonde a magia acontece?



Sair da sua zona de conforto significa enfrentar seus limites.( É tudo normal)

Você basicamente se tornará um super-herói. Sua zona de conforto será muito maior do que as zonas de conforto de outras pessoas. Você não terá um problema para fazer coisas que as pessoas comuns não fazem. zona de conforto de outras pessoas.


7)A ZONA DE CONFORTO É FORMADA POR SEUS PARADIGMAS:




E eu vivo falando o tempo todo aquile você já está cansado(a) de saber que os paradigmas são grandes saboteadores que nos impedem de se permitir e eles são os grandes causadores  do processo de decantação na zona de conforto.
Antes de saber como sair da zona de conforto você precisa saber como os paradigmas interferem nesse processo e é isso que vou  tentar explicar do meu jeito....
como sabemos os paradigmas nos impedem de agir rumo aos nossos objetivos, pois estão enraizados em nossas mentes com tatuagens metais  e aceitamos isto como verdade.

Vou dar alguns exemplos para que você entenda:
Suponha que uma pessoa queira subir de cargo em uma empresa, mas tem um paradigma dentro dela que diz que ela não é capaz de obter o cargo porquê a imagem dela não esta ali nada como o ideal que ela deseja.
Essa pessoa sonha em subir de cargo e começa a se empenhar, ela vai evoluindo até que ela chega ao ponto que costumamos chamar de ‘barreira do medo.”
A barreira do medo é quando você tem que dar um passo a frente em relação ao seu desejo mas para diante do seu paradigma. 
Você não é capaz, você não  temrecursos para manter esta imagem é tempo perdido. Você não tem condição nenhuma de usar certas marcas  caraspara está neste cargo.Você não pode se vestir melhor de seu chefe ou supervisor?
A pessoa começa a confrontar -secom esse paradigma, chega uma hora que ela desiste e pensa assim: É melhor eu ficar no meu galho, dá menos trabalho e não requer explicação de riscos para minha vida!
Essa pessoa acaba de cair na zona de conforto, ela prefere ficar onde está, do que tentar algo mais e mudar MESMO que a pequenos passos.
A pessoa começa estudar e estudar ( SIM para ter um estilo e uma imagem agente precisa fazer muito estudo de auto-conhecimento  e passar na peneira as prioridades )  e começa a bater um desânimo. Ela fica a pensar: Dá muito trabalho estudar e nem é certeza que vou ter o estilo e a imagem pra mudar de cargo,o ter aquele amor próprio ou conquitar alguém é melhor deixar para lá. Prefiro ficar com meu emprego atual que me paga R$ xxxx,prefiro ter minga imagem de sempre aonde todo mundo não me observa muito e passo despercebido,sem causar estranhamento visual nos outros.
Esse é mais um exemplo de uma pessoa que caiu na zona de conforto.
Indo direto ao ponto. Muitas pessoas querem a mudança,querem ter estilo,se vestir bem e estarem satisfeitas com o próprio aspecto,  mas poucos estão dispostos a encarar os processo de aprendizagem, as dificuldades para mudar ,o desconforto inicial das primeiras mudanças  que isso normalmente se cria no caminho . É justamente por isso que caem na zona de conforto do estilo.
Aff, é tanta coisa pra mudar que eu acho que não vai ter jeito", mas aguenta aí e raciocina comigo: O que você podeira ter colocado em pratica (agora ) para melhorar a sua relação  imagem e com seu armário .mas você simplesmente não consegue ou ainda não tentou fazer?Por qual motivo ?
De onde vem a tua idéia de estilo( vem de você ,de una referência externa? E como ele interfere na tua imagem ? Porquê ?
Tenta ser o mais específico(a) que você puder ?
Agora pensa: você já têm este estilo,esta imagem ? O que falta pra você chegar lá?
Pois é. Essas perguntas têm me guiado muito no meu caminho de busca de questões mais internas e até MESMO antes de ter me tornado una consultora  de imagem e tá me ajudando a me dar um empurranzinho para aprimorar -me e dar outro passo e abraçar de verdade una nova profissão ....( TEM novidade vindo ;-)para me tornar uma  Mulher  mais completa e um profissional melhor, inclusive no que diz respeito ao meu estilo pesoal e a minha vocação de coach de imagem de autoetsima e estilo ahhhh espero poder contar logo para vocêis meus projetos de vida ,pessoais e botar no mundo  todo resultado disso....
Eu ouço muita gente reclamando  sobre como as pessoas  anda se homologando, que é tudo uma superficialidade, sem personalidade e deixando os autocuidados  da imagem e da autoestima de lado... Também ouço sobre as  immensas vontades de ser  autêntica ,únicas , sem se preocupar tanto com o que os outros vão dizer di sì...
Sente no ar as mudanças que estavam vindo já da alguns anos na mídia? "Seja você mesma todos os outros já existem" ,"somos únicos" ,"real beauty" "diversity is beauty "... A aoarição das primeiras modelos diferentes,estranhas e únicas ? Tudo isso refletir ALGUMA coisa ? 
Você já pensou ou refleriu sobre isso alguma vez? 
Se sim, agora pensa com carinho... Você dá atenção para os seus momentos de autocuidado com relação ao que você pensa de si mesmo e anda dizendo? Você assume a sua personalidade, se veste ,se arruma de acordo com quem você é (apesar de precisar adaptar o seu corpo,seu humor, seu cabelo estilo,  às vezes(... muitas vezes )? Ou sucumbe aos uniformes  do fashion system ,do beauty victim ,das receitas fast fashion de  como usar , do look do dia mágico ,sem se questionar de onde aquilo tá vindo ,e se faz sentindo para você ?
O que falta para que o seu estilo saia da zona de conforto? Que tipo de AUTOIMAGEM  você gostaria de ver no mundo?

COMO SABER SE VOCÊ ESTÁ E COMO SAIR DA ZONA DE CONFORTO QUE TE BLOQUEIA DE TER UMA IMAGEM E UM ESTILO?

credits: thedivasclube


Para descobrir se você está na zona de conforto  não é simples, basta você se colocar em posição de ataque em relação ao seus projetos de imagem e estilo  ou objetivo de vida ?Quando você pensa em conquistar um estilo qual sentimento você tem? De que vai seguir em frente até conseguir a realização ou prefere deixar como está e se conformar com a  situação  do armário cheio,caótico atual?
Se você responder SIM eu vou até realizar meus objetivos, independente do que aconteça, das dificuldades , parabéns, você está fora da zona de conforto.Agora se você está disputando  consigo mesmo ( começa e termina) e desiste de lutar por seus iberici a de imagem  por eles serem trabalhosos, ou porque você julga serem impossíveis, por medo do que os outros vão pensar do seu  estilo,sua imagem ,você certamente está na zona de conforto.
É preciso que você faça algo de concerto ,com FATOS mais em pequenas fases, para sair da zona de conforto, ajudarei você  com algumas sugestões práticas que não requer desconforto o impegno longo.
DICAS: COMO SAIR DA ZONA DE CONFORTO:


A primeira dica que te dou para você que quer  sair da zona de conforto é sempre se manter informado com relação aos que acontece me torno de você   ler livros,  assistir vídeos  inspiradores em outras línguas no YouTube ( legendado) e ouvir  muita música.sim! A musica liberta!E EU sou o tipo de pessoa que TEM trilha sonora para tudo ^_^.
Por que isso é interessante? Porque quanto mais você ler e ouvir   mais estará motivado em seu dia a dia, já foi provado que tudo que você lê ,ouve logo quando acorda fica fixo em sua mente, você leva isso durante o seu dia todo. Então porquê não acordar com um boa música,programma como despertador no smartphone a cada manhã? Esculta quando vai para frenate do armário escolher as roupas,isto te ajuda na hora de refletir e não colocado a primeira COISA que passa pelas mãos.
Confesso que o conhecido é confortável, por isso o estilo passa  muitos dias ,até anos embaixo de muita  pilha de roupas que você nem sabe direito porque ainda guarda ou continua gastando seu tempo,dinheiro e tanta energia! Né?
Mas vamos  explorar esse mundão de possiblidades  e sair da zona de conforto ?
E a verdade é que fica difícil  contar pro mundo sobre tudo que você tem de maravilhoso  por dentro e por fora se todas essas revistas,conta nas redes sociais que você compra e anda seguindo loucamente ,toda estes mix de  informações  de blogs que você anda pesquisando e salvando feito receitas de bolo fast fashion ,dificultam  um bocado o processo de apredinzagem e de autocheicimento,sabe?  pra te ensinar a se vestir se te ensiam a dizer  o contrário de você?
 Mas come este primeiro passo ,você começa a pensar ( com a tua cabeçinha) e em teus objetivos e como agir, Como não se deixar levar por seus paradigmas ...e Como else podem atrapalhar você nessa hora de autoconhecimento, mas você vai se lembrar de uma frase que leu nesse dia ou uma frase motivacional ,ou da musica que ouviu nesse dia de conflito interno.^_^
Isso vai encorajá-lo a seguir em frente.( pequenos passos ,lembra ?)
Então a minha primeira dica em como sair da zona de conforto é ,veja vídeos no YouTube leggendado ou me lingua original se seu inglês é melhor que o meu( ahhh estou saindo também desta zona de conforto ,fazendo cursos...com calma chego lá)... ouça áudios sobre mensagens motivacionais, isso vai ajudar você a se manter em uma boa vibração perante seus objetivos de estilo e imagem.
A segunda dica que te dou de como sair da zona de conforto é destrua seus paradigmas, eles costumam contribuir para colocar você na zona de conforto atemporal.

Saindo da minha zona de conforto: E comendo desfrutando da minha companhia e sendo feliz.


credits: Megan Hess



Eu sabia sobre os benefícios de sair da zona de conforto por um longo tempo antes de tentar. Provavelmente nunca o tentaria se o seguinte  fato não me  acontecesse...

Me recordo bem da primeira vez que decidir sair da zona de conforto,era por necessidade.Era uma a tarde de abril de 2013 quando queria jantar,estava longe de casa em um ambiente novo ,uma nova cidades que ainda não conhecia bem.Descobri que nao tinha amiga,ou alguém para me acompahar,meu marido estava longe...e EU  que tinha que jantar.( sozinha) Eu precisava comer algo, então eu fui encarar um restuarante à noite sozinha. Não era tão ruim quanto eu esperava. ( Os olhares era mais suportaveis,gentis do quanto podia supor e imaginar)
Eu disse a mim mesmo que teria que me accostumar com a minha companhia,afinal fazer as refeições fora de casa sozinha em vez que com a companhia de uma amiga,colega então. Era difícil respeitar esta resolução esta nova realidade .
Fiquei tentado a chamar colegas para diminuir o desconforto. Mas percebi que, se eu resistir à tentação, isso melhoraria minha força de vontade e isso teria impacto positivo em outras coisas da minha vida também. Não é um drama uma mulher fazer as refeições fora de casa sozinha,sozinha me pleno século XXI.... Não deveria ser... pelos menos.
  Eu gosto de fazer coisas que a maioria das pessoas não faz,por causa do meu caráter poliedrico.  A maioria das pessoas não almoça ou ainda  janta (pelo menos em grande parte da Italia e  sei que aí no Brasil,também é assim?). Agente passa sempre por algum tipo de constragimento visual,olhares indiscretos,das cantadas inoportunas etc 

EU sei que ir a um restaurante sozinha não deveria ser  constrangedor? Um tempo talvéz,mais a nossa sociedade ainda é profundamente  maschista.( ou é só eu que vejo isso?)..Mas as coisas estam mudando, desde que os smartphones invadiram o mundo, ninguém nunca mais ficou sozinho ou pelo menos de solidão não deveria sentir...( almenos virtualmente falando ).
Nem mesmo naquele meu jantar que tinha tudo para ser solitário,chato e constragendor... Enquanto eu esperava pela comida, aproveitei para navegar, dar uma olhadinha nas redes sociais ,chat com maridão e até dar una espiada nas mesas dos outros,observar a solidão de muitos casais...Mas também por ter saído da minha zona de conforto pude viver plenamente    o prato e o vinho deliciosos que estava saboreando. “O celular virou uma companhia mais estou trabalhando o para desfrutar da minha ,sem celular,desta vez!

Se eu disser a alguém que almoço ou janto sozinha ,porquê viajo muito sozinha por causa do meu trabalho de consultoria,as pessoas ainda me  olham  e dizem: "Sério?
Eu não acredito em você "," Por quê? "," Você está louca de sair para  com'era noite  sozinha,estando casada ", ... Isto já aconteceu com vocêis ? Me contem;-)
você também terá as mesmas reações se você fizer algo que outras pessoas não fazem normalmente. Se você sair da sua zona de conforto de vez em quando ,se permitir ?
Quantas vezes você deixou de fazer alguma coisa que queria muito simplesmente erade vital importânica como no meu caso ,porque estava sem companhia? Para mim sair desta zona de conforto  foi importante – e ainda me lembro do sentimento de frustração por não ter tido a coragem de me ter feito mais vezes, sem neuras. É por isso que quero convidá-la para uma reflexão: até quando você vai se auto-sabotear? Eu dei um basta nessa preconceito  já faz um tempo – acredite, é libertador.

Ao criar o HÁBITO se  sair sozinha, o céu  para mim foi  o limite. Conseguir fazer tanta coisa,principalmente na area da moda sem precisar depender de ninguém, ou arrastar meu marido para me acompahar nisso.... Foi assim que, devagar,devagarzinho, fui me acosumando a comer sozinha,a ir em museus ,palestra,eventos,cinema .... E tudo via acontecendo de forma natural,desconforto no ínicio ...mais  tão eu mesma, tão sem medo de ser feliz! E acaso conheciendo  novas pessoas...novas conexões ,inclusive novos clientes!
Toda esta  historinha de zona de conforto que ACONTECEU comigo, estão aqui por um único motivo: não para eu vir dizer “olha como eu sou bem resolvida,independente” (até porque sempre fui uma  medrosa), mas para inspirar você a não se privar de absolutamente nada por falta de companhia no meu caso ou por qualquer outro impedimento . E não precisa ser somente encarar  o dia o a noite, mas também fazer a viajem dos seus sonhos  (pretendo experimentar também), sair para comer um algo gostoso, dar uma volta no parque, renovar a imagem ! Fazer aquilo que se tem vontade , permitir  que  a vida te presentei com alguma surpresa longe da tua zona de conforto.
Quanto tempo eu passei pensando que sair sozinha era sinônimo de falência solidão de preconceito, de não ter amigos, de não ser querida, se ser periguette Como dia na Bahia ...a caça de homem! Mas quanta bobagem! 
A verdade é que nem sempre as agendas ,horário coincidem, as pessoas podem ter outras prioridades que não   você naquele momento , os amigos possuem outros   interesses. E tá tudo bem, a vida é assim mesmo! O importante é a gente não deixar de fazer aquilo que ama,que necessita ( no meu caso )  imaginando o que os outros vão pensar,Sinceramente? Não tô nem aí! E descobri no meio do caminho que mais gente faz o MESMO que EU  e é feliz – gente essa, inclusive, que até se tornaram  clientes(amigos) nossa  nossas aventuras individual de sair da zona de conforto.
Saber aproveitar a própria companhia é sinônimo de maturidade, de aprendizado, de evolução pessoal. Pode ser que você ache e baraçanre nas primeiras vezes, mas insista!  Sair da zona de conforto ,gera desconforto ! Mais é importante ,porquê  vai aprender muito sobre si mesma e, quando estiver na companhia de alguém, conseguirá valorizá-la ainda mais. Como no meu caso !
Isto já ACONTECEU CONTIGO ALGUMA VEZ?me conta como foi esta experiência  sozinha pela primeira vez, pode ser fazer shopping,caso nunca tenha tentado? Vou gostar de ler seu depoimento  ! E para quem já faz isso com frequência,deixe-me  saber como se sente em relação a este novo hábito também!
Visita regular de zona de desconforto:




A visita regular da zona de desconforto é importante. Se você sair da sua zona de conforto apenas uma vez, não terá quase nenhum impacto. Se você sair da sua zona de conforto regularmente, você verá o resultado após alguns ciclos.

Quando comecei a Não ter receios de fazer refeições sozinha fora de casa por motivo de trabalho eu era resistente, mas eu persisti. Notei que os olhares dos outros  teve um impacto realmente positivo na minha vida.  E comecei a visitar museus,expo e eventos de moda e cultura è sair um pouco  da zona de desconforto com mais frequência.  Tentei ir al cinema vêr filmes de moda ( que meu marido detesta) , agora ando exclusivamente com mais auto confiança .Falei com pessoas que por trabalho também fazem o MESMO que eu e fiz amizade com elas. Eu consegui falar na frente das pessoas em uma conferência sem medo de palco.( ou quaseeeeeee \o/
 E certamente farei muitas coisas incomuns no futuro sozinha e e claro em companhia.

Eu sei o quão difícil é sair da sua zona de conforto. Mas uma vez que você começa e você fará isso regularmente, sua vida mudará significativamente de forma positiva e vai melhorar suas conexões externas.
Mais o quê este episódio tem a vêr com o estilo ?

Quando se trata de moda, todos nós temos nossa própria zona de conforto individual. Algumas pessoas sentem-se em casa confortáveis me usar macacão e, outros se sentem  super bem e. usar vestidos ou saias com qualquer coisa e outros só se sentem bem usando    jeans e uma camiseta ou moletom.E enquanto a sua zona de conforto corresponder ao seu estilo, tudo é -ok. Porque não importa se você não se sente confortável em usar  tendências  se não for seu estilo de qualquer maneira.

O problema é quando sua zona de conforto o impede de expressar seu estilo pessoal? Quando você gostaria de usar um maxi vestido,uma cor específica, ou saltos, um rido de corte,tecido de modelagem mas são muito auto críticos para experimentá-lo. Quando você pensa: "Eu adoraria ser capaz de vestir  isso, mas eu sei que só ficaria ridículo em mim".

É quando a sua zona de conforto está ficando no caminho entre você e o seu estilo real.

A correção: em vez de permitir que sua zona de conforto determine o que você usa, trabalhe para expandi-la, até que cubra todo o espectro de cores, silhuetas e olhares que você ama vestir mais que seu tabú ,mitos e não merecimento impedem que você busque novas propostas.

Pense na sua zona de conforto como um músculo. Você pode  treinar para se tornar mais confiante quando se trata de moda, aumentando gradualmente os exercìcio. O truque é realmente aliviar-se e definir a barra baixa no início ,médio e pesada a longo termine.

Aqui estão três maneiras fashion de fazer isso:



 Novas peças (trend Alert ) com o seus basic:


1) Pegue uma peça de cada vez, mesmo que seus fotos  de Pinterest estejam cheias de aparência audaz de ponta a ponta. Se você está inspirado em roupas acinzentados  e pretas, encontre um item que reflita esse visual (por exemplo, uma jaqueta de couro) e combine com suas roupas diurnas durante algum tempo. Se você gosta de vestidos , use um sob um cardigan de  e com calças casuais. Se você secretamente sonha em se vestir como um modelo , facilite-se com esse olhar usando apenas uma peça boêmia ou acessório com o seu básico. uma vez que você se sente confortável com esse passo , você pode gradualmente adicionar mais itens na mistura.

2)Use versões atenuadas do seu objetivo por um tempo.



Outra maneira de se acostumar com estilos mais ousados ​​é usar uma versão atenuada no início. Por exemplo, em vez de batom escuro, sem rímel e cabelos lisos, vá para uma cor  profunda, use apenas uma passad  sutil de rímel e puxe o cabelo para trás, mas não tão bem. Em vez de usar calça  culottes  de pernas largas, vá para um par com uma perna um pouco mais slim. Em vez de uma  cor laranja brilhante, escolha uma cor de pêssego mais suave. Em vez de um casaco de padronagem  leopardo, use uma  de impressão de floral , e assim por diante.

 
3) acostume-se a novas peças vestindo-os em torno de estranhos primeiro!


Uma das razões pelas quais muitas pessoas se sentem auto-críticas usando um estilo mais ousado ou diferente do  habitual, é um medo do que seus  familiares,amigos ou colegas no trabalho possam dizer. Quando você está deixando sua  zona de conforto, mesmo na aera da moda    como "Ooh, por que você esta  vestido isso assim, você está tentando impressionar alguém?" pode deixá-lo sentir-se exposto e ameaçar a sua confiança já bastante instável. 
Se você se preocupa como  os outros podem reagir a você usando um estilo mais ousado e impedindo que você tente coisas novas, faça isso: basta usar suas peças novas e mais ousadas em torno de estranhos, por exemplo, enquanto você está fazendo compras, viajando ou mesmo apenas em casa.
 Finja assim é como você sempre se veste. Eventualmente, suas peças mais ousadas se sentirão como uma parte natural do seu guarda-roupa e você poderá eliminar qualquer comentário com auto-confiança e humorismo.

Três  maneiras de sair de sua forma zona de conforto fashion e provar  novos  estilos quando você quiser experimentar um novo estilo, mas você não tem idéia por onde começar,é muito mais fácil do que você pensa!


 1. Encontrar à inspiração : fora da tua zona de conforto!



você está entediado com seu guarda-roupa? Há tantos lugares para procurar inspiração de estilo é dois deles São ( Google images e pinterest).
 Você pode começar por pesquisar através das páginas de sua favorito revista online . As pessoas em torno de você, bem como on-line influenciadores digitais é um ótimo lugar para começar, são, na verdade, principalmente  alguns blogueiros que eu sigo.
"Eu deixo que certas pessoas reais influênciem meu estilo e eu amo ver outras moda usadas de forma diferentes  das que uso.

 Este tipo de recurso ,me ajuda a abrir a minha mente para o novo estilos.A usar a creatividade  sem gastar todas  as finanças (ou falta dela)?
 Meu estilo foi criado ao longo dos anos e em toda parte que viajo ou pretendo viajar eu aprendo algo novo sobre moda. "Leggings  e pullover sempre adiciona um pouco de um mood britânico  ao meu estilo, tons Pastéis ,estampas esóticas  me lembra do Japão ,sexy vestidos evocam o sul da Itália o estilo burlesque que amo... e elegante colares,vestidos de festas perfecto me leva para a França...para belle époque....
As cores,me transportam para os quadros impresionistas que amo....
 Quando eu não posso navegar nos blogs em busca de novos conteúdos para inspiração  pessoal ou  para ter conteúdo para postar Aqui no BLOG,eu amo me deixar me inspirar pela cidade aonde eu vivo  rota dia vinhos ....o centro elegante de Turim.... O street de  Milão...
Eu posso  me sentar e ver  diferentes tendências passar por mim." Uma desculpa para observar as pessoas? Talvéz ! Mas tudo me volta da gente é inspirador...é das ruas que nasce uma tendência e uma referência vira moda , e a moda conta um contexto históico,cultural etc.


2. Qual è a sua  Zona de conforto :  





se você  usa  calças de brim e um T-shirt todos os dias, mostra-se usando  leggings e um Fedora é provavelmente a última coisa que você quer (ou deve) fazer. Mas quando se trata de sair da zona de conforto , pequenas mudanças pode fazer uma grande diferença! Se o seu estilo é esterótipo è por exemplo ... feminino  é difícil se vêr com outras course que nao seja suaves,delicadas e se  você ama muito vestidos e delicadas jóias, mas você está pronto para dar ao  seu estilo um pouco de " FRESH". Por que não inserir   alguns contrastastes na  sua coleção de pastels? 
Nas jóias também é uma maneira fácil de ir  optando por JÒIAS  delicadas sim,mas em camadas,por exemplo.Assim  você vai  aggregar  ao seu estilo  um novo  nível. Não se 
preocupe, se você ama a sua  skinny  jeans  pode ficar! Experimente o combina-los com um  blusa  diferente  ou con um colete, um maxi lenço  por um instante  a sua roupa ganha um  ar de atualização. 
Confie em mim, eu sei que não é fácil de um dia para outro e que depender o da região ,cidade ,bairro que você mora ,as vezes nao ajuda muito achar a inspiração e ter acesso a novas idéias e é difícil se você vive me um contexto de homologação social , e usar una roupa de vinlquando todo mundo está vestindo jeans , mas você precisa provar em pequeno detalhes . 


 3. Para sair da zona de conforto,agente têm que se  divertir  com isso  e seja você mesmo. 



EU,por exemplo amo  experimentar diferentes estilos para criar o emu  próprio estilo único-e  mix and match! E meu estilo está me um longe processo de adaptação e conhecimento.
Eu não necessariamente amo seguir  todas as tendências da moda e nao ami muito testar,eu simplesmente decido e refiro a Longo com base no que eu acho que ficaria boa em mim e do que pode fazer pelo meu corpo,estilo e contexto.
 Saindo da sua zona de conforto não tem que ser assustador! 
AModa é divertir-se para mim é uma oportunidade e eu gosto  de várias combinações .
E você  também pode fazer isso,já viu algo novo na revista que você gostaria de tentar? 
Vá para lojas me dias de semanas nos horários tranquilos e prove tudo no provador,sem comprar Nada ! 
Tenta combinar do jeito sue viú na revista,max tenta também adaptá-lo do seu jeito e veja como você se sente. Nada deve ser um freio,una frustração ,um limite  se você gosta.
Experimentar pode ser muito divertido, mas isso não significa que você deve mudar completamente tudo o que você  TEM de seu estilo próprio!
Por mais que a moda seja di versão,oportunidade e mudanças , ainda é a sua personalidade única que deve brilhar no meio de tudo isso. Você não pode deixar que as pessoas se esqueça o que o que  você é,te deixa único.
Você sabia que o estilo é que nem beleza: todo mundo fala do quanto precisa se sentir mais atraente ,mas poucas pessoas querem ter de verdade e se comprometem a manter-la no tempo ?E a grande maioria  acham que não têm ,quando já têm?
Pois é. E o motivo é sempre o mesmo: "O que os outros vão falar"," quando tuber grana e merecer ..." "como vão achar que você essa diferentona", "será que vão te aceitar", "será que você vai se percebida diferente se tiver um ou outro estilo,um a nova imagem ?".Será que voi ter dinheiro e e tempo para manter "?
Ainda que esses medos todos sejam uma grande bobagem e sabotadoras de energia e auto-estima , uma imagem e um estilo não pode que  facilitar a nossa relação com os outros,com nós mesmos ... ainda SIM,o medo de nao se permitir e a preguiça de não  sair da zona de conforto  estão ali , atrapalhando a vida toda,junto con aquela olha de roupas e acessórios que não usa e não nos permitir sair da nossa zona de conforto.
Aí eu te pergunto: você quer mesmo ter um estilo ,ser atraente ,sair da zona de conforto, deixar de lado a preguiça,o nào mercimento ,crenças limitantes e punitivas e as autosabotagems mais infundadas?

A nossa relação com estilo também é muito parecida com a beleza  em outro aspecto importante: muita gente acredita que tá em falta, mas fala do quanto tem o tempo todo - e nem percebe! É o seu caso?
Pense diretinho alguns minutos ,antes de me dar una resposta negativa e autodefensiva ...
Você é dessas que vive dizendo "ser estranha",que odeia vestir  seus peçados de corpo,que não  tem nada para usar porquê o que  ama usar ,não cobre o corpo que você ancha que não deve mostrar e justifica o abrir mão de coisas ,momentos importantes ,conexões especiais  porque não tem grana, para "concertar o que não TEM jeito , que não ama em você, "mas vive falando das coisas que compra na revista beauty,das oras na academia,das roupas fitness  que comprou,do batom divo igual a fulano de tal no Instagram,das roupas modeladoras,da dieta super magica, daquela calça jeans super modeladora que turbina seu bumbum e pernas ? Daquele achadinho da promoção,do sutiã que deixa os homens loucos por você  ,das saias de brilho,do salto altos,do tubinho modelador,  da claça de couro  push-up super cool , do look incrível que você viu por acaso no Instagram  daquela blogueira descolada e comprou sem pensar cinco vezes? 
Do shampoo  do comercial que deixa seu "cabelo saudável e brilhoso" e da escova progressiva  que você ama fazer e que deixa seu cabelo lindo e com balanço invejavél ? Do esmalte que vive comprando e pasando e mostrando nos selfies na  rede social. Para não falar do mega hair,das sombrancelhas de renna,dos cílios e todas aquelas pequenas coisas do universo femminino que não requer muita manutenção ou sacrificio,e custa pouco, Será?
Então. Agora calcula aí o quanto de vezes você fala da sua imagem,do seu corpo ,da sua beleza,do  quanto de dinheiro você gasta e investiu na sua imagem e do quanto você se sente atraente e continua investindo neste capital de imagem ?
Se você não lembrou,ou encontrou dificuldades para tirar as somas,não tem problema. Começa a olhar spartir de agora pro seu comportamento e ver quantos você gasta com a sua beleza real ( Como você é)  e se quiser  compartilha com as amigas ou quantos "essa bestagem aqui? Que estou escrevendo, foi uma  cutucada ou " bofetada" para você e será também para elas !E de quando você usa tudo( todo fodômetro de sacanagem e despreciação) para rebater elogios que recebe por algumas destes INVESTIMENTOS baratos ,tempo e energia na tua imagem?
Pode ser que o resultado te deixe um pouco chocada,sei bem como é! Mas respira fundo e se permite o exercício com carinho ,ok?
Depois que você tiver feito esse cálculo metal ,eu sugiro que você se pergunte: qual é o grande problema de sair da sua zona de conforto e investir  melhor os recursos,se se questionar e ter uma imagem alineada com quem você é de verdade ? 
De assumir as tuas possibilidades com relação a tua zona de conforto e a tua preguiça neste processo de objetivos?
Sabe como? Quando você se vestir pra vida que você quer, não para a que você tem.quando  você investe tempo,energia e dinheiro na imagem que você deseja e não na que você já possui?
Primeiro porque pouquíssimas pessoas param para refletir sobre o que elas querem de verdade - e se esse desejo vende de dentro  delas ou é uma vontade para se adeguar  em um ideal de outra pessoa ou de muitas? 
Não sair da zona de conforto, pode ser  um tanto quanto prejudicial porque quando você se olhar no espelho e não se reconhecer,porquê vêr a mesma continuidade do que não gosta  vai sentir sempre aquele desconforto do " TEM ALGUMA COISA ERRADA COMIGO" MI SINTO ESTRANHA" E essa sensação de estranheza , pode ir desde aquela  sensação usurpadora   te falando que você tem que fingir ser quem você Não é,até aquela voizinha impostora que te diz que  tem alguma coisa errada  com você ,que precisa mudar" até uma enorme rejeição  e autosabotagem por ter mais um lembrete  metal de que você não é quem você queria ser – e consequentemente, não pode se gostar e não pode se permitir,até que algo sostanzialmente bom,(para os outros ) mude em você ?

O segundo motivo é que a percepção  estética que os outros têm de você também pode ser nao real. A gente pode não saber dizer exatamente, mas todo mundo percebe quando algo não esta normal e agente transmiti isso na nossa imagem o tempo todo!
Especialmente no caso da imagem que você quer,do estilo que você anda buscando ,que ancha que não têm ...e agente acaba buscando novos atalhos sem deixar a zona de conforto   fast fashion que nos faça  pular etapas, saltar a fila( importantes no processo de apredinzagem) e aí,ACONTECE que agente  acaba até perdendo oportunidades,referências,conexões,energia e tempo.Muitooooooo tempoooo!
Se você começar a olhar pro seu estilo e pro seu dinheiro de forma mais carinhosa,responsavél e sem tanto castigo e auto-sabotagem, vai transformar a sua relação com o seu armário. E con tua imagem e autoestima, Sério! E a consultoria de imagem pode ser a resposta para todas estas perguntas que estão estocadinhas ai!
Agora, vou te propor outros dois exercícios .Assim você tem três ,para raciocinar no week end e durante toda semana,combinado?
Supondo que você sabe exatamente o que você quer e tem clareza de que essa vontade é sua e não uma projeção aleatória, pensa aí:o que você já tem de bonito,de interessante  que pode  melhorar Saindo um pouco da sua zona de conforto ,o que pode fazer agora para  conquistar isso? O que já tá tem?
Mesmo as nossas vontades de estilo mais fashionistico  são construídos a partir de referências  que a gente já carrega, então o que você já possui que pode te ajudar a sair da tua zona de conforto com relação a tua imagem,armário? Este exercício pode ser aplicada também em outros setores da vida ,viú ?
Faça uma lista! Sim,eu sei o que esta pensando ..... Lá vem você  Nubbyam's a louca das listas ...
Mais ajuda muito,escrever pôr foco no que agente pensa e se propõem a fazer  isto se chama planejamento!

Vale pensar em características físicas (se o seu objetivo for uma mudança visual  a breve o Longo prazo, por exemplo), vale pensar em auto-conhecimento, em características de personalidade, (se o seu objetivo for algo relacionado a  autoetsima, estilo de vida, recolocação profissonal , realização pesoal  etc).
O segundo exercício é pensar  em pequeno passos. Isto porquê as mudanças deve ser feitas de forma gradual,mais continua !O que vai te deixar um pouquinho mais perto daquilo que você quer atingir, sem te deslocar completamente do contexto atual e sem fazer você perder a motivação inicial!
Por exemplo, se você descobriu que quer um estilo natural dá mas trabalho  manter no tempo ,porquê este estilo tem uma linhagem bem mais profunda ,porquê vai alèm das roupas ,da confecções das fibras,abrange outros setores da vida,do mundo como o que você leva pro prato,as tuas escolhas no meio ambiente em que vive ...vivendo um grande  metropole como SãoPaulo,por exemplo  vai ser inviável fazer essa transição assim do dia para outro.
Mas você pode começar a trazer um material( fibras ) marcas mais sustentáveis,ou uma modelagem ou um acessório que te lembre do seu grande objetivo como vicê e com o planeta, que te ajude a estruturar essa mudança de forma mais consciente.A gente subestima os detalhes, e a semplicidade,mas os detalhes a semplificação ,podem trazer o maior resultado.
Após ler este  post espero de coração que  você  seja  capaz de finalmente entender o que precisa fazer para criar coragem de sair da inércia e começar a lutar por seus próprios objetivos de imagem ,de estilo e crescimento pessoal ,de forma mais concreta e em pequenos passos.
 Sem pular a fila, sem  consultar na internt  a receita de bolos milagrosas,Tá? Faz com carinho ...


Essa é a minha sugestão pro post  hoje, correr riscos e sair da zona de conforto do seu estilo básico... Promete pra mim,que vai almenos se permitir ?
E como sempre deixo aqui em baixo  um  link  para assistir o vídeo, que é para vocêis explorar o assunto de um modo mais abragente  e carinhoso eu achei muito inspirarpor e  tenho certeza que o conteúdo será muito útil para  você trabalhar sua autoconfiança...para finalmente conseguir sair de sua zona de confortoe e construir  o SEU estilo e TUA imagem ideal.


Vamos pensar nestes exercícios que entrego com muito carinho e profundidade ?Vamos que vamos...
E se quiser contar aqui na seção dos comentários o resultado desta refelxão interna ,eu tô aqui do outro lado e vou adorar saber as respostas e o aprendizado que saem  disso ;-) 
E você está pronto para experimentar com o seu estilo e sair da zona de conforto,serve uma forçinha, quer se  dá essa chance? 
Até a pròxima consultoria de autoestima meus amores ...

X💋X💋
Nubbyam'sThedivasclube